Os Tesouros de Mino

capa
“Os Tesouros de Mino” é uma série animada, em formato de animatic, para crianças com grau leve de autismo, em idade pré-escolar. O objetivo do projeto foi de criar uma série animada para um público específico (no caso crianças autistas), utilizar a motivação dessas crianças de assistirem séries animadas, servindo como um apoio visual para proporcionar oportunidades de diversão, e também para que os pais pudessem ensinar a elas importantes habilidades.

Este episódio piloto conta a história de Mino, um garoto com 4 anos de idade. Durante a visita de seus amigos, encontram um baú no quintal da casa do garoto que, ao abrirem, descobrem que dentro dele há um objeto. Mino recorda que precisa cortar o cabelo com o cabeleireiro da região.

Mais sobre o projeto

Acesso ao Memorial Descritivo

Acesso a Apresentação

Acesso ao episódio piloto

MINO – SÉRIE ANIMADA PARA CRIANÇAS AUTISTAS – PRIMEIRA SEMANA DE SETEMBRO

Como não recebemos orientação na semana passada devido a correção das notas, fiquei um pouco perdido para começar algo na primeira semana de setembro.

Devido ao feriado, não consegui tirar algumas dúvidas com os professores. Cheguei a ir na sexta-feira, mas acabou que não soube que não teríamos aula, aproveitei para ajustar a história da animação.

Durante a segunda semana, vou me focar a escrever o roteiro. Na quarta-feira pretendo ir em um evento sobre inclusão, acredito que possa trazer algo para o projeto, além de poder trocar algumas ideias com os pais.

 

MINO – SÉRIE ANIMADA PARA CRIANÇAS AUTISTAS – QUINTA SEMANA DE AGOSTO

Nesta semana dediquei a criar as personagens diretamente no Photoshop, comecei por criar várias silhuetas das personagens, é um método mais rápido para definir as formas das personagens, e ser de fácil reconhecimento. Posteriormente escolhi as silhuetas que se encaixavam na proposta da animação.

Com as silhuetas devidamente escolhidas, diminui a opacidade para definir suas características como: tamanho dos olhos, cabelo, boca, entre outros. Satisfeito com o resultado exportei as imagens para o Illustrator, para começar a vetorizar e definir as cores e contorno das personagens. Dentro do próprio software, criei o poster com as informações necessárias.

Com o arquivo já pronto, me senti seguro, para apresentar, e explicar, o projeto na sabatina. Após apresentar, publiquei o poster no grupo que criei no Facebook, para os pais comentarem sobre o poster. Até o momento não houve nenhum comentário a respeito, isso me deixou com dúvidas se eles gostaram ou não de alguma coisa do projeto.

 

MINO – SÉRIE ANIMADA PARA CRIANÇAS AUTISTAS – QUARTA SEMANA DE AGOSTO

Nesta semana consegui, com a ajuda da minha prima, com que mais de uma pessoa respondesse no grupo o questionário que criei.

Com mais respostas ficou assim: três pessoas votaram “Cortar o cabelo“, duas pessoas para “Se alimentar“, uma pessoa votou para “Escovar os dentes“, uma pessoa para “vestir a roupa” e ninguém votou para “Amarrar os sapatos“. Por meio de uma mensagem, enviada para minha amiga, uma pessoa ficou entre “Se alimentar” e “Escovar os dentes“.

imagem votação da enquete Facebook
imagem votação da enquete Facebook

Apôs conversar com o Prof. Artur, decidimos que a temática será sobre “Cortar o cabelo”. Será criado mais um personagem que será o cabeleireiro. Foi decido, também, como o pôster poderá ser criado e apresentado na quarta-feira.

Durante essa semana não consegui produzir os personagens, então nos próximos dias terei que me dedicar para criar os personagens para a história (e adapta-la à temática votada).

Mino – Série Animada para crianças autistas – 1º, 2º e 3º semana de agosto

Primeira semana

Conversei com o Prof. Fred, passei para ele como estava o andamento do projeto e o que faria nas semanas seguintes.  Ele me deu algumas sugestões, que me deu um direcionamento.

Segunda semana

Nessa semana organizei os materiais que havia produzido, comecei a adicionar material em um grupo no Facebook para mostrar para os pais, profissionais e professores do curso. Não havia convidado o grupo de pessoas, pois havia enviado um convite para participarem.

O Prof. Artur me orientou na sexta-feira. A conversa foi, como sempre, muito boa, a orientação me ajudou a identificar para qual público será destinado, temática, quais soluções eu buscaria.

Terceira Semana

A partir da orientação recebida, da semana anterior, coloquei em prática o que havia entendido.

Busquei pessoas que podem me ajudar, principalmente no memorial. Entrei em contato com uma amiga que irá me ajudar na parte escrita. A partir do que conversamos fizemos uma pesquisa no grupo, porém duas pessoas haviam respondido: uma por meio do grupo e outra por meio de mensagem enviada por essa amiga.

Na sexta-feira, recebi a orientação do Prof. Rafael, a conversa foi muito boa. Foi muito importante ele frisar sobre o memorial, e a fazer um “Link” entre o que conversei na clínica, com os pais e profissionais com os autores bibliográficos.

No mesmo dia conversei com o Prof. Claudio, que leu o que havia escrito da primeira versão da história, ele gostou e pediu para manter o personagem principal, como humano, e os outros personagens com outras características.

Após conversa aproveitei para conversar com Prof. Rafael, novamente, mas ele estava em orientação com outro aluno. O professor Fred conversou comigo, expliquei o que havia feito, decidimos que mesmo não bem definido a história eu já poderia começar a fazer sketchs dos personagens e do (s) cenários.